passagem - FLÁVIO ANDRADE - Photography

F L Á V I O A N D R A D E
Go to content

Main menu:

passagem

work
             back
Project inspired by the text:

Passagem

No carro visceral estradas vagamente sorriem no ameno isqueiro, trago só.
Parecia impossível crescer assim.
O remoinho dignificava-se meticulosamente.
As palavras surripiavam três dedos de conversa.
No entanto, o silêncio anoitece com o motor de arranque constipado de tanto paladar.
Assim por si, soou o sino em si.
O casaco castanho de veludo lixiviante, parou no ponto - 3,14.
A verdade luxúria pasmou ao décimo segundo degrau.
Volta e meia, meia volta, ali.
O que fazem os cágados no terraço cor de pardal?
O saco de alfabetos fugiu também.
É por ele que as alfaces murcham por cima do til.
E cós, vão regalando a turbulência fatal.
O soro perpetuou - cem, amanhã.
Está a chegar!
Ao pífaro só se pedem figos.
Os papéis arranha-céus carnalmente trincados lavavam-se.
Ao que a rosca se evaporou entre soluços.

Flávio Andrade

Pigmented inkjet prints on archival 100% cotton (or a-Cellulose) papers
Various sizes, ED. 3+1AP
Year 2018

All Rights Reserved | Flávio Andrade 2017
Back to content | Back to main menu